Entenda quais são as vantagens de apresentar o Seguro Garantia Judicial na fase de execução e como substituto ao depósito recursal em processos trabalhistas.

Com a Reforma Trabalhista (Lei 13.467/2017), que alterou a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), o Seguro Garantia Judicial passou a ser aceito nos processos trabalhistas, tanto na fase de execução quanto nos depósitos recursais.

Em virtude da atual crise gerada pela pandemia do COVID-19, essa alteração legislativa possibilitou que as empresas recuperem valores imobilizados na Justiça do Trabalho. Abaixo, a gente te mostra por que  substituir valores na Justiça Trabalhista, mais especificamente o depósito recursal é uma boa saída.

4 motivos para substituir depósito recursal onde se destacam aceitação, custo benefício, cotação online e caixa empresa

Outras vantagens:

Maior cobertura 

A apólice pode ser customizada de acordo com as necessidades específicas de cada contrato, assim a empresa pode definir as coberturas que mais atendem às suas necessidades.

Uso do limite de crédito

A apólice é emitida pelas seguradoras, por isso não compromete o limite de crédito da empresa junto aos bancos. Além disso, não ocorre a vinculação de capital de giro.

Prazo de vigência

O prazo de vigência do Seguro Garantia para as ações trabalhistas será, no mínimo, de 3 anos, nos termos do Ato Conjunto TST nº 01/2019.

Sendo assim, a utilização do Seguro Garantia Judicial para substituir o depósito recursal na Justiça do Trabalho vale muito a pena. Em suma, as principais vantagens do Seguro Garantia são:

  • Melhor custo-benefício quando comparado a outras formas de garantia;
  • Não compromete o capital de giro da empresa;
  • Tem renovação automática da cobertura;
  • Tem ampla aceitação pelo Judiciário;
  • Não compromete o limite de crédito do tomador junto ao banco;
  • Evita que o patrimônio da sua empresa seja imobilizado pela Justiça.

Agora que você já sabe quais são as vantagens de apresentar o Seguro Garantia Judicial, que tal fazer uma cotação online? É só acessar a nossa plataforma.

Mostrar comentáriosFechar comentários

Deixe seu comentário